Sexta-Feira, 20 de setembro de 2019 Nossa história      

Notícias

No Dia da Água, entrevistamos o Chefe do Departamento Municipal de Água e Esgotos de Cocal de Telha, Argeu Rangel Filho.

Argeu Rangel fala das Ações do DEMAE no âmbito da Distribuição e Preservação da água.

 

Em virtude das comemorações em homenagem a semana do Meio Ambiente e ao Dia Mundial da Água lembrado em 22 de março de 2019, convidamos o Chefe do Departamento de Águas e Esgoto (DEMAE) do município de Cocal de Telha Sr. Argeu Rangel Filho a prestar algumas informações sobre o evento.

 

Marcelo Araújo:

Qual foi a participação do DEMAE nas comemorações da semana do meio ambiente?

Argeu Rangel:

 A convite da Secretaria do Meio Ambiente, foi ministrado pelo departamento de águas, palestras nas escolas do município, com objetivo de conscientizar os alunos da rede de ensino, a respeito da importância da data, e a necessidade do alerta aos riscos da degradação, que praticamos contra o meio ambiente através de ações diárias, que coloca em risco o futuro do planeta.

  

Marcelo Araújo:

E quais as ações em sua opinião que mais agridem o nosso meio ambiente?

Argeu Rangel:

Temos adotado desde 2015 em parceria com a Prefeitura campanhas motivacionais (sempre nas escolas) alertando da necessidade de utilizar a água sem o desperdício, levando informações a sociedade da importância deste cuidado, na prática mapeamos em nosso município o curso de rios e riachos, além da demarcação de fontes naturais existentes para um trabalho que se inicia no sentido de proteger esses mananciais com o plantio de árvores nativas. Além da água é preciso campanhas voltadas a proteção da fauna e flora, na defesa de animais silvestres coibindo a caça com campanhas efetivas! Assim como uma fiscalização mais presente na derrubada de árvores que tanto vem prejudicando nossas reservas.

 

Marcelo Araújo:

Voltando ao abastecimento de água, o DEMAE tem enfrentado problemas?

Argeu Rangel:

Acredito que assim como em nosso município, outros de mesmo porte sofre também dificuldades para que possamos manter o abastecimento de água em quantidade suficiente e de boa qualidade para a população. Além do desperdício  temos o problema da inadimplência, embora com a cobrança de tarifas baratas, com a arrecadação mensal o departamento não se auto sustenta, precisando com isso sempre ser socorrido com recursos do FPM para a substituição de moto bombas, folha, energia elétrica etc.

 

Marcelo Araújo:

Agradecemos a participação nesta entrevista, suas considerações finais.

Argeu Rangel: Com o trabalho que estamos realizando, o DEMAE, Sec. de Meio Ambiente, e Agricultura sempre apoiados pela Prefeitura Municipal em nome da Prefeita Ana Célia que sempre vem demonstrando uma grande preocupação na defesa do meio ambiente no complexo de nosso município acredito que através da conscientização, iremos avançando para que velhos hábitos sejam corrigidos, e que a necessidade de preservarmos nossos recursos naturais será a dependência do futuro do planeta. Eu é que agradeço a oportunidade,

E encerro afirmando: “Todo dia é dia de preservar! Água é Vida!”